A extorsão

Mon Oct 05 2020 03:00:00 GMT+0000 (Coordinated Universal Time)

– Thargo, o Vulto – resmungou Delty, baixando a mensagem recebida por seu cliente. A assinatura estava ao pé do comunicado de extorsão. – Ninguém sabe onde ele aprendeu o domínio de suas habilidades, na Legião Arcana ou na Mão Arcana. Ele é sagaz e cuidadoso. E pode causar muito dano se as suas demandas não forem cumpridas.

– Ele fará o quê? – esbravejou o cliente. – Assassinará todos os meus guardas e colocará fogo em meus depósitos de lã? Ou destruirá meus teares?

– Ele costuma ser mais furtivo – esclareceu Delty. – Sem possuir habilidades arcanas de combate direto, utiliza conjurações imagéticas e sonoras para distrair e confundir guardas enquanto ele age. Sua espada curta derrama mais sangue do que sua arcania azul. Em minha opinião, os depósitos seriam o principal alvo.

– E você não teria contatos que possam me ajudar? Esse Thargo já deve ter feito muitos inimigos. Quem sabe até governantes.

– Ele se mantém distante de guerras, de conflitos políticos e de pessoas com demasiado poder. Foca em pequenos e médios comerciantes através de todo o Mar Dourado. É procurado pela justiça de muitas nações, mas ninguém chegou próximo de detê-lo. Em minha opinião, o senhor deveria pagar.

– Não acredito que você foi recomendado pela guilda. Seu conselho é ceder perante um criminoso?

– Trata-se de uma quantia pequena em comparação ao dano e ao custo de um ataque.

– Você deveria me ajudar – resmungou o cliente. – Talvez devesse chamar a guarda da cidade.

– Estou ajudando, senhor – replicou Delty. – É o melhor conselho que receberá. Pague-o. Thargo costuma honrar sua palavra e não repetir vítimas. Ele nunca foi pego e sempre concretiza suas ameaças.

– Que seja – decidiu o cliente, trincando o maxilar. – Pagarei o exigido.

Delty assentiu impassível, ocultando sua satisfação. A quantia seria suficiente para Thargo viver bem por um sextante e lhe ceder uma generosa comissão. Ainda assim, Delty não mentira para seu cliente. Em seu âmago, ele sabia que ninguém deveria se opor à Thargo.


Arte: Andis Reinsbergs (ArtStation)