As Presas

Fri Aug 20 2021 03:00:00 GMT+0000 (Coordinated Universal Time)

Arte: Herman

Ao acordar, Lorna se viu em uma cela sem janelas, pequena e fria, iluminada por algumas velas. Sua cabeça doía pelo encontro com o cajado de Miskithius, mas nenhuma gota de sangue escorria por seus cabelos. Levantou-se do chão e cambaleou até a única porta. Empurrou e puxou, sem conseguir abri-la. Então se sentou em um canto e se deixou levar pelo silêncio.

Sua mente mergulhou no combate recente, no trajeto pela neve, na despreocupação impulsionada pelos sonhos de riqueza. Pensou em Fingor, seu companheiro de tantas aventuras, e rezou para que ele estivesse vivo. Sem saber por quanto tempo, Lorna permaneceu sozinha, alternando entre momentos de alerta esfomeado e de sono desconfortável.

Quando a porta enfim abriu, ela vislumbrou paredes de pedra e escuridão. Então uma mulher ruiva vestindo corselete de combate passou pela fresta. Ela carregava duas katares atadas às coxas, por fora da calça de couro escuro. Seus olhos azuis reluziam desejo, e seu sorriso satisfeito revelava dois dentes caninos pontiagudos.

Recordando histórias horripilantes, Lorna se encolheu no canto da sala. Sem armas ou armaduras, a guerreira sabia que não derrotaria uma aruv’indae, uma transformada pela arcania negra, uma assassina da noite. No entanto, a criatura à sua frente não parecia carregar a insanidade comum à sua maldição.

– Quem é você?

– Sou Yesha. E eu sinto muito pelo seu sacrifício. Preciso me alimentar.

– Escolha outros. Deixe Fingor e eu partirmos. Podemos negociar um preço.

A aruv’indae deu um passo adiante, e Lorna sentiu o medo crescer em suas entranhas.

– Seu companheiro já não vive. Se eu não consumir o sangue que meu mestre me traz, meus conterrâneos correm risco. Será breve, prometo.

– Conterrâneos? Onde eu estou?

– Em lugar nenhum.

Yesha se moveu com agilidade inumana e agarrou a guerreira pelo queixo, levantando-a com facilidade. Quando as presas da aruv’indae se enterraram em seu pescoço, Lorna ainda tentava compreender o seu destino.

 
Banner Animado Grivus Site.gif
Banner Animado Véu.gif