Buscar

Conhecendo Arzyn: Ishan-Tar, Nazagg-Tar, Tovvan-Tar e Duvogg-Tar

Ishan-Tar, Nazagg-Tar, Tovvan-Tar e Duvogg-Tar


Os quatro últimos irdranni também receberam dos Primevos a ordem de povoar e desenvolver a criação. O mundo já pulsava com vida, com diversas raças e com diferentes energias, e Ishan-Tar se baseou em tudo que existia para criar a energia azul e suas próprias criaturas. Escolheu características dos elementos, da natureza de Ygav-Kor, da luz e das sombras, e as desenvolveu.


Por sua vez, Nazagg-Tar preferiu uma abordagem diferente. Curioso sobre o espírito de algumas raças jovens – as mais antigas costumavam ser extensões energéticas de cada irdranni –, ele se aprofundou em estudos espirituais. Assim, ele desenvolveu a arcania cinza e criou o plano espiritual, sobreposto ao mundo dos vivos e separado por um denso véu.


Já Tovvan-Tar preferiu se afastar da criação de energias e de arcanias. Interessado na beleza da manifestação física de cada ser, ele focou no desenvolvimento corporal de novas raças. Agradou os Primevos com a proliferação acelerada de novos seres, que consolidaram a utilização de ferramentas e armas entre as raças mortais.


Duvogg-Tar examinou todas as criações anteriores e decidiu que havia espaço para melhorias, para modificações. Desenvolvendo a energia vermelha e sua própria arcania, pautou suas criaturas a partir da transformação de outras já existentes. Sua prática não foi bem recebida por seus irmãos.


Assim, a criação prosseguiu com cada vez mais raças. Com elas, cada vez mais conflitos entre os descendentes dos irdranni. Entretanto, foram as alterações que tais criaturas causaram na arquitetura do mundo que culminaram com o primeiro grande embate da criação: a Revolta Astranni.

  • Preto Ícone YouTube